Entre em contato:   (11) 4550 2142  ✉ contato@pdcore.com.br

Percepção de valor de uma empresa

Quando o cliente entende o quanto determinada empresa vale para ele, está criada a sua percepção de valor. Mas valor aqui não está ligado apenas em “quanto esta empresa custa”, esta é apenas uma das percepções de valor que existem.
29/08/2018

O que é percepção de valor de uma empresa?

Quando o cliente entende o quanto determinada empresa vale para ele, está criada a sua percepção de valor. Mas valor aqui não está ligado apenas em “quanto esta empresa custa”, esta é apenas uma das percepções de valor que existem. Um consumidor pode ver valor na qualidade do produto ou do serviço, pode enxergar valor no relacionamento, pode ver valor na estrutura física da empresa, entre muitas outras vertentes.

Lembre-se que o valor não é uma unidade de medida, ou mesmo algo palpável, cada pessoa vê o valor à sua maneira, ou seja, é algo que engloba mais o âmbito cultural do que algo que possa ser medido, propriamente dito.

E tudo isso se reflete diretamente no lucro, no preço, entre tantos outros fatores que movem a rentabilidade de uma empresa.



Valor Percebido.


O valor percebido de uma empresa é aquele que o consumidor vê como um benefício “estratégico” ao consumi-lo. Em linhas gerais, o valor percebido está mais ligado àquilo que a marca diz de si mesma por meio das propagandas, do marketing, da opinião popular. Claro que isso também se revela na qualidade do produto que a empresa oferece. Ou seja, se o produto ou serviço tiver uma percepção premium, logicamente ele será mais caro, mas caso seja um apelo mais popular, é bem possível que o valor terá uma percepção mais baixa, e este será mais barato.

A noção de valor aqui está mais na voz da marca do que no produto em si.



Valor agregado.


Aqui já estamos falando de algo mais palpável e fisicamente medido. O valor agregado de uma empresa que vende produtos ou serviços está ligado diretamente ao custo que aquilo precisa para ser produzido, seja ele na qualidade superior da matéria prima ou na alta qualificação do profissional que vai desempenhar um serviço. A matemática é simples: quanto mais caro para se fazer, obviamente mais caro será para tê-lo. Empresas de alto valor agregado tendem a desenvolver produtos mais caros e o contrário também coexiste: ou seja, empresas com baixo valor agregado tendem a desenvolver produtos mais baratos.



Outros tipos de valor.


Hoje, além destes, existem também outros tipos de valores que podem contornar o modo como a empresa ou marca é vista pelos consumidores.


Valor de marca por meio da experiência.

A experiência que o consumidor tem, do momento inicial da compra até o fechamento do negócio também é um tipo de valor que pode ser acoplado à empresa. Afinal, quando a experiência é bem sucedida, o consumidor tende a voltar ou mesmo a falar bem desta para seus conhecidos.


Valor da marca pelo CRER ser eficaz.

Para se vender, também é preciso acreditar que aquele produto ou serviço a ser adquirido é bom. E isso se encontra em mercados onde os produtos possuem a mesma qualidade, o mesmo preço e ainda disputam o mesmo lugar na mente dos consumidores. É esta crença que também traz uma percepção de valor real à marca e pode ser o ponto de partida para decisão entre uma marca ou outra.


Valor pela aparência.

Esta é uma percepção ligada diretamente ao posicionamento da marca: agrega-se e percebe-se mais valor a uma marca quando ela apresenta um design diferenciado, mais atrativo, mais luxuoso, ou mesmo menos descolado, ou mais popular. O modo como a marca é apresentada ao mercado cria diretamente uma percepção na mente do consumidor despertando assim certo sentimento de valor.

Desta maneira podemos ver que a percepção da marca está ligada a alguns fatores que vão além do preço, mas também em todas as facetas que envolvem seu desenvolvimento, marketing, intenções, etc.